Curso de Italiano - Aprenda Em Casa

Dois passos para aprender italiano: Encontrar o material certo e começar os estudos. Parece fácil com esta descrição, mas sem dedicação, com o mínimo de tempo diário não se chega a lugar algum. O primeiro passo vou indicar para todos vocês. Nesse caso, vocês só precisarão dar o segundo passo. Faça planos para aprender um novo idioma neste ano. Dedique-se que o resultado surgirá. Já passei por dificuldades com relação a outro idioma, pois sai com a cara e coragem e fui para outro país. Não é uma coisa muito legal. Você se sente perdido e o pouco que você sabe até te ajuda, mas daí vem aquela questão: Porque eu não estudei mais. Estive em um país de língua hispânica, inglesa, e dois países que falam o francês. Com o inglês era possível me sair bem em todos os três. Pude ver o quanto é importante falar espanhol também no próprio EUA. 



Para baixar o curso disponível no link sugerido abaixo, aprenda como baixar arquivos torrent. Já expliquei em diversas postagens aqui no blog. Bom proveito. A descrição do curso está lá no destino do link.

http://zip.net/bvlXVj

Regras Básicas Sobre Concordância Verbal

Reunindo nesta postagens alguns artigos de vários professores, para vocês nunca mais esquecerem as regras. A menos que um iluminado mude tudo em nossa língua daqui a alguns anos. Brincadeira. Vamos lá e aprender de vez esta parte da disciplina de português. Tudo é bem explorado em concursos públicos. Fique atento pois há várias questões que geram dúvidas, e você pode errar na hora da prova.




20 regras básicas para aprender e não mais esquecer


1 – o verbo concorda com o sujeito em número e pessoa

João foi vencedor. Tu foste vencedor.



2- sujeito composto (sujeito com mais de um núcleo)

- antes do verbo: o verbo fica no plural

O homem e seu filho seguiam pela estrada.


- depois do verbo: o verbo pode ficar no plural ou concordar com o mais próximo

Seguiam pela estrada o homem e seu filho. (verbo no plural)
Seguia pela estrada o homem e seu filho. (verbo no singular concordando com o termo mais próximo: o homem)


ATENÇÃO
Quando o sujeito é composto por palavras sinônimas ou em gradação o verbo fica no singular: exemplo: O ódio e a ira faz muito mal.



3 – verbo haver

- com sentido de existir, acontecer ou indicando tempo decorrido não há plural. É verbo impessoal

Há pessoas demais aqui. / Há dias que não durmo.


- se for o verbo principal de uma locução, seu auxiliar ficará no singular.

Deve haver muitas faltas.



4 – verbo fazer indicando tempo não tem plural. É verbo impessoal

Faz três dias que não saio.
Deve fazer meses que ele não estuda.



5 – o pronome que leva o verbo a concordar com o antecedente

Não fui eu que falei.



6 – o pronome quem leva o verbo à 3ª pessoa do singular ou a concordar com o antecedente

Não fui eu quem falou.    ou     Não fui eu quem falei.



7 – os verbos dar, bater, soar em relação a horas concordam com o numeral.

Já deram três horas.
O relógio já bateu três horas. (observar que o relógio é o sujeito)



8 – sujeito formado por diferentes pessoas gramaticais: o verbo vai para o plural na pessoa que tem predominância

Eu, tu e ele iremos ao restaurante. (1ª pessoa predomina)
Tu e ele ireis ao restaurante. (2ª pessoa predomina) -- aqui também poderia dizer Tu e ele irão...



9 – substantivo próprio com artigo plural: concordância do verbo com o artigo, ou seja, o verbo vai para o plural

Os Estados Unidos assinaram o tratado.


ATENÇÃO: se houver a palavra livros como predicativo, o verbo pode ficar no singular: Os Lusíadas é um bom livro.



10 – expressão um dos que: leva o verbo para o plural ou singular

Era um dos que mais falava / Era um dos que mais falavam.



11 – expressão um e outro: leva o verbo para o plural ou singular

Um e outro país vencerá  / Um e outro país vencerão.



12 – as expressões um ou outro / nem um nem outro: leva o verbo para o singular

Um ou outro vencerá / Nem um nem outro levou o prêmio.



13 – expressões como grande parte de, a maioria de, a maior parte de seguidas de palavra no plural: levam o verbo para o singular ou para o plural

A maioria das pessoas correu    ou    correram



14 – pronome interrogativo ou indefinido + pronome pessoal:

- quando o pronome interrogativo ou indefinido estiver no singular o verbo ficará na 3ª pessoa do singular:

Qual de nós voltará?     


- quando o pronome interrogativo ou indefinido estiver no singular o verbo poderá ficar na 3º pessoa do plural ou poderá concordar com o pronome pessoal:

Quais de nós voltarão?  ou Quais de nós voltaremos?



ATENÇÃO: Se a estrutura for a seguinte:  

pronome indefinido + "de" + pronome ou nome no plural  = "Nenhum dos convidados..."


A regra é a seguinte: o verbo concorda com o pronome indefinido: se o pronome estiver no singular, o verbo fica na 3ª pessoa do singular (Nenhum dos convidados chegou.)


15 – expressões como perto de, cerca de, mais de e menos de levam o verbo a concordar com o numeral

Cerca de cem pessoas o aplaudiram.


ATENÇÃO
Com o verbo ser, a concordância de perto de e cerca de é facultativa: Já eram cerca de três horas. Já era cerca de três horas.



16 – sujeito formado por tudo, nada, isto, isso, aquilo + o verbo ser: o verbo ser concorda com o sujeito ou com o predicativo.

Tudo são flores     ou     Tudo é flores.



17 – verbo ser

- indicando horas ou datas o verbo concorda com o numeral

São duas horas. É uma hora e vinte
Hoje são vinte e um de maio.


ATENÇÃO: com a palavra dia o verbo ser fica no singular: Hoje é dia vinte e um de maio.


- sujeito do verbo ser sendo uma pessoa ou pronome pessoal: o verbo ser concorda com o sujeito:

Maria era as alegrias da casa. Ele era as coisas boas de lá.


- sujeito representado pelos pronomes interrogativos quem ou que: o verbo ser concorda com o predicativo:

Quem eram os pretendentes?
Que são as tristezas da vida?



18 – expressões do tipo é o preço, é muito, é pouco, é o suficiente, é a distância: o verbo ser nunca muda, ele é invariável

Cem reais é pouco. / Vinte e cinco quilômetros é a distância.



19 – verbo parecer

As crianças pareciam sorrir (locução verbal = parecia: verbo auxiliar + sorrir: verbo principal)
As crianças parecia sorrirem. (parecia = oração principal. As crianças sorrirem = oração subjetiva)



ATENÇÃO: quando o verbo parecer estiver junto a outro verbo, nunca os dois verbos poderão estar no plural. Nesse sentido não existe: *As crianças pareciam sorrirem.



20 – quando o sujeito é formado por fração o verbo concorda com o numerador

Um terço dos alunos faltou. / Dois terços dos alunos faltaram.

Assista esta vídeo aula também:



Créditos: youtube e http://www.gramatiquice.com.br/

Aula de Química - Estequiometria

Olá pessoal! Aquela dúvida que ainda persiste pode ser sanada nesta aula. Se você gostar da aula, aproveita a dica no final e guarde-a em seu computador. Assista aqui mesmo ou reúna mais conteúdo para o seu programa de estudo de química. A estequiometria baseia-se na lei da conservação das massas e na lei das proporções definidas (ou lei da composição constante), e na lei das proporções múltiplas. Em geral, as reações químicas combinam proporções definidas de compostos químicos. Já que a matéria não pode ser criada ou destruída, a quantia de cada elemento deve ser a mesma antes, durante e após a reação. Por exemplo, a quantia de um elemento A no reagente deve ser igual à quantia do mesmo elemento no produto.


A estequiometria é usada frequentemente para balancear equações químicas. Por exemplo, os dois gases diatômicos hidrogênio e oxigênio podem combinar-se para formar um líquido, água, em uma reação exotérmica, como descrita na Equação [1].

H_2 + O_2  ----> H_2O  [1]

A Equação 1 não mostra a estequiometria correta da reação - isto é, não demonstra as proporções relativas dos reagentes e do produto.

2 H_2 + O_2 ----> 2 H_2O  [2]

A Equação 2 já tem a correta estequiometria e, por isso, é dita uma equação "balanceada", que demonstra o mesmo número de átomos de cada tipo em ambos os lados da equação. Há quatro h no lado dos reagentes e quatro no lado do produto, e dois Os também em ambos os lados da equação. Ou seja, a massa conserva-se.

O termo "estequiometria" também é usado com frequência para as proporções molares de elementos em compostos estequiométricos. Por exemplo, a estequiometria do hidrogênio e do oxigênio na água (H2O) é 2:1. Em compostos estequiométricos, as proporções molares são números inteiros (e é aí que está a lei de proporções múltiplas). Compostos cujas proporções molares não são números inteiros são chamados de compostos não-estequiométricos. Fonte: wikipedia.

Para baixar o vídeo a seguir basta utilizar um programa chamado freemaker, de graça encontrado na internet.

Química - Estequiometria

Sinopses Jurídicas - Coletânea Completa

Poderia dizer que são materiais limitados para quem pretende estudar algo mais completo, pois sinopse é na verdade uma compilação resumida dos assuntos. Se você tem tempo de sobra para se preparar para o concurso, leia livros com os assuntos mais detalhados. Mas é possível retirar muita coisa deste tipo de material. Esta coletânea conta com 29 livros em pdf. Ótima qualidade e você pode imprimir. Estudar na frente do computador é muito ruim. Qualquer assunto sobre direito você consegue encontrar na internet, no youtube. Ocorre que tudo espalhado, e caso necessite revisar algum tópico, você terá que percorrer os sites novamente. Com este material reunido em seu computador, fica bem mais fácil organizar seus estudos. 

http://goo.gl/1pKBf6

Curso Conserto em Impressora a Laser

Atualize-se cada vez mais. Conheça as características deste tipo de impressora e ature um dinheiro com a manutenção em sua oficina de informática.  As impressoras laser usam um pó chamado toner e como elas fazem uma página inteira de cada vez elas também são chamadas de impressoras de página. Encontraremos delas em usuários domésticos, escritórios e empresas de pequeno a grande porte. Como trabalham bastante estão sujeitas ao mais variados tipos de defeitos. Elas possuem ciclo de trabalho e sua unidade fusora tem tempo de vida útil mecânica. Você aprenderá a configurar, ajustar, testar componentes, desmontar, realizar consertos na parte mecânica e eletrônica das impressoras laser. O curso está estruturado em vídeo aulas.

http://zip.net/bflPw7

Física - Aulas Sobre Cinemática

Um reforço para quem se prepara para prova de física, vestibular e outros. Aula online completa sobre cinemática. Entenda tudo aqui. Cinemática  é o ramo da física que se ocupa da descrição dos movimentos dos corpos, sem se preocupar com a análise de suas causas (Dinâmica). Geralmente trabalha-se aqui com partículas ou pontos materiais, corpos em que todos os seus pontos se movem de maneira igual e em que são desprezadas suas dimensões em relação ao problema. A aula dura 32 minutos, apresenta demonstrações e exemplos. ótimo para você.


Para acompanhar utilizando a parte teórica siga o link indica do site Wikipedia. Conteúdo completo, porém sem exercícios. Vale a pena dar uma conferida neste link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cinematica