A Globalização e o Direito do Consumidor

A integração econômica, social, cultural, política, entre os diversos países do mundo, a necessidade da dinâmica do capitalismo de formar uma aldeia global que permita maiores mercados para os países centrais (ditos desenvolvidos) cujos mercados internos já estão saturados, dá-se o nome de globalização. O Conceito pode ser muito mais abrangente, mas estas simples questões foram o fator impulsionador desta norva ordem mundial, que é muito mais forte neste século.  "O processo de Globalização diz respeito à forma como os países interagem e aproximam pessoas, ou seja, interliga o mundo, levando em consideração aspectos econômicos, sociais, culturais e políticos. Com isso, gerando a fase da expansão capitalista, onde é possível realizar transações financeiras, expandir seu negócio até então restrito ao seu mercado de atuação para mercados distantes e emergentes, sem necessariamente um investimento alto de capital financeiro, pois a comunicação no mundo globalizado permite tal expansão, porém, obtêm-se como consequência o aumento acirrado da concorrência." Fonte: Wikipedia. 

Sobre o livro: Nesta obra, o autor isolou os efeitos jurídicos da globalização, no que concerne aos direitos dos consumidores, pela enorme relevância de que se reveste, e pela repercussões que se propagam pela ordem jurídica, envolvendo cada indivíduo, seus grupos e comunidades maiores. São tratados aqui três pontos fundamentais: os direitos do consumidor, o fenômeno da globalização e as irradiações de seus efeitos sobre prerrogativas.

Tamanho do arquivo: 132 MB

Link para download: http://goo.gl/NnESK

0 comentários:

Postar um comentário

Somente comentários serão exibidos. Propagandas de outros sites serão denunciadas como span. Não insistam.